26 de maio de 2017
Inicial | Destaques | Rodas 29 polegadas iniciam a ‘invasão’ das provas de downhill
Uvex_468x60
Protótipo de Trek Session 29er

Rodas 29 polegadas iniciam a ‘invasão’ das provas de downhill

Após a Santa Cruz estrear seu protótipo de bicicleta com aros 29″, Commençal, Mondraker e Trek dão início à fase de testes de seus próprios modelos com rodas grandes, para serem usadas na etapa de Fort William, em junho

Demorou, mas chegou! Seja por reais vantagens ou simplesmente por imposição mercadológica, o formato de roda 29 polegadas dá início a uma ‘invasão’ no último bastião de resistência contra as rodas grandes: o Downhill.

Após uma estreia em grande estilo na primeira etapa da Copa do Mundo de DH – quando um protótipo de Santa Cruz V10 pilotada pelo francês Loris Vergier conquistou o melhor tempo nas classificatórias do sia anterior -, a resistência ao formato, até então tido como pouco ágil para este tipo de prova, parece ter sido quebrada.

Bicicletas aro 29 no Downhill: reais vantagens ou simplesmente imposição mercadológica?
Bicicletas aro 29 no Downhill: reais vantagens ou simplesmente imposição mercadológica?

Embora o mau tempo no dia da prova tenha impedido uma maior avaliação no dia da prova, a experiência parece ter convencido a outros grandes nomes da indústria a experimentarem seus próprios modelos.

Neste fim de semana, por ocasião da realização da British Downhill Series – prova de DH realizada no mesmo circuito que será utilizado na segunda etapa da Copa do Mundo, em Fort William, na Escócia, pilotos de ponta como Gee Ahtherton (Trek), Danny Hart (Mondraker) e Remi Thirion (Commençal) utilizaram protótipos aro 29″.

Já há algum tempo a gigante norte-americana Trek vem testando protótipos de sua bicicleta de DH Session 29 polegadas, realizando exaustivamente testes de telemetria tanto nelas quanto nos modelos de série equipados com rodas aro 27.5″ com o objetivo de saber com precisão qual dos modelos é efetivamente mais rápido.

Gee Ahtherton e sua Trek Session 29er

Aparentemente, a fase de testes está em um estágio bastante avançado, visto que por ocasião da British Downhill Series, Gee Ahtherton utilizou um modelo com quadro de carbono, colocando assim a Trek ao lado da Santa Cruz como os dois únicos fabricantes a já terem bicicletas 29er construídas neste material prontas para o calendário 2017 de DH.

Trek Session 29er

Na mesma linha de testes, a espanhola Mondraker apresentou seu modelo aro 29, que nas mãos do campeão mundial Danny Hart pulverizou o melhor tempo da última sessão do circuito de Fort William, quebrando o recorde que o sul-africano Greg Minnaar havia estabelecido em 2012.

Danny Hart e sua Mondraker Summum 29’er

Além de veloz, a bike da Mondraker convenceu os espectadores e a imprensa especializada pelo fato do circuito apresentar características típicas de um circuito onde sempre se pensou que o formato jamais poderia competir de igual para igual com rodas de menor tamanho, com um traçado rápido e extremamente acidentado.

O modelo da Mondraker foi projetado nativamente como uma bike 29er
O modelo da Mondraker foi projetado nativamente como uma bike 29er

Ao contrário da Santa Cruz, que utilizou como ponto de partida para a construção de seu protótipo o quadro dianteiro de um modelo de série aro 27.5″ em conjunto com uma balança traseira aro 29″, o modelo da Mondraker foi projetado nativamente como uma bike 29er, proeza facilitada em grande parte pela utilização do alumínio no lugar do carbono.

Além da Trek, Santa Cruz e Mondraker, outro fabricante a aportar suas fichas nas 29er é a Commençal, cujos integrantes de sua equipe foram vistos rodando bikes 29 polegadas, com uma surpresa extra: garfos de suspensão RockShox no formato 29″. Ainda não se sabe se os mesmos são meras adaptações ou uma evolução de um futuro modelo de série, mas desde já percebe-se que a invasão das rodas grandes no cenário mundial do DH parece que veio pra ficar.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização