13 de dezembro de 2017
Inicial | Notícias | Ciclismo | Gideoni Monteiro é ouro na perseguição por equipes e na madison, no Brasileiro de Pista
Gideoni Monteiro no Brasileiro de Ciclismo de Pista - Foto: Luis Claudio Antunes / CBC

Gideoni Monteiro é ouro na perseguição por equipes e na madison, no Brasileiro de Pista

Competição nacional de ciclismo foi realizada entre 28 de novembro e 3 de dezembro no Velódromo Municipal de Indaiatuba (SP)

O ciclista Gideoni Monteiro (Indaiatuba/HTPro Nutrition/Shimano) foi um dos principais destaques do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista 2017. Na competição realizada no Velódromo Municipal de Indaiatuba (SP), Gidi – como é conhecido – conquistou os títulos nas provas de perseguição por equipes e madison, disputadas na sexta-feira (1º) e domingo (3), respectivamente. O atleta competiu ainda na ominum, no sábado (2), e completou em sexto lugar.

Na prova de perseguição por equipes, Gideoni Monteiro esteve ao lado de Armando Camargo, Endrigo Pereira e Robson Ribeiro e garantiu a vitória para a Indaiatuba/HTPro Nutrition/Shimano. O Clube de Ciclismo Só Pedal ficou com o vice-campeonato e o bronze foi do Clube Maringaense de Ciclismo. “A perseguição por equipes é uma prova que gosto bastante de fazer. Terminar com a medalha de ouro é motivador para seguir confiante nas demais corridas”, afirmou Gideoni após a disputa.

Na omnium, disputada individualmente, Gidi chegou à ultima de quatro provas na liderança. Após correr scratch, tempo race e eliminação, o título foi definido na prova por pontos, onde o ciclista recebeu marcação cerrada dos adversários. “Cheguei à corrida final liderando. Mas, desde o começo dela até o fim, a marcação foi muito forte em cima de mim. No decorrer das voltas isso foi me sobrecarregando e terminei em sexto lugar geral. Não era o resultado que eu esperava, mas fiquei feliz porque o vencedor foi um atleta novo, o Ricardo Dalamaria, de 19 anos, meu companheiro de Seleção Brasileira”, contou Gidi.

Na última prova de Gideoni no Brasileiro de Pista, mais um título, desta vez no madison, ao lado de Armando Camargo. “A madison exige muita técnica, precisamos estar o tempo inteiro ligados na competição. Estou feliz pela conquista do ouro. Sempre entro nas provas para fazer o meu melhor, independente de quem esteja competindo, então finalizo esse campeonato com a sensação de dever cumprido”, comemorou Gideoni. 

“Aproveito para parabenizar a nova geração que está chegando com muita qualidade, a Confederação Brasileira de Ciclismo pela organização, além de agradecer o público que compareceu para prestigiar as provas”, declarou Gideoni, que integrou a Seleção durante os Jogos do Rio 2016.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização